Candidatos a vereador da Região Oeste da Bahia que receberam o auxílio emergencial

73 candidatos de 25 municípios da Região Oeste da Bahia foram incluídos na lista disponibilizada pelo TCU

Na sexta-feira (06), o Tribunal de Contas da União (TCU) tornou pública a lista que contém os candidatos que declararam patrimônio igual ou superior a R$ 300 mil e que receberam alguma parcela do auxílio emergencial até julho de 2020. A lista contempla todo o Brasil, inclusive os candidatos a vereador da Região Oeste da Bahia que podem ter recebido o benefício de forma ilegal.

Como o TCU encontrou os candidatos que receberam o auxílio indevidamente?

Além dos casos nos quais o patrimônio é igual ou superior a R$ 300 mil, também é possível verificar aqueles nos quais o patrimônio declarado do candidato supera 1 milhão de reais. Todos esses casos podem ser considerados inclusões indevidas no programa que fornece o benefício, já que os dados apontam a existência de uma renda incompatível com as regras do auxílio emergencial.

O TCU declarou que a lista disponibilizada contém o cruzamento de dados realizado pelo órgão e o cruzamento realizado pelo Ministério da Cidadania, através dos quais foi possível identificar tanto os benefícios que foram cancelados antes da decisão do Tribunal, quanto os benefícios que permaneceram com pagamentos em setembro e outubro.

Assim, a tabela permite a identificação do tipo de auxílio, se emergencial ou residual, e do momento do bloqueio, se ocorreu antes ou depois da decisão do TCU.

Em função desses dados, o Ministério da Cidadania já determinou o cancelamento de todos os benefícios detectados pelo TCU, mas os beneficiários ainda podem contestar essa decisão.

Quem são os candidatos da Região Oeste que estão na lista do TCU?

Ao todo, 73 candidatos de 25 municípios da Região Oeste da Bahia foram incluídos nessa lista disponibilizada pelo TCU.

Angical, Barreiras, Cocos, Brejolândia, Coribe, Correntina, Ibotirama, Formosa do Rio Preto, Luiz Eduardo Magalhães, Riachão das Neves, São Félix do Coribe e São Desidério são algumas das cidades com candidatos que receberam auxílio emergencial e que foram contestados pelo TCU.

Em Barreiras, os candidatos a vereador Orlando José Vilaça Filho, conhecido como Senhorzinho Vilaça (Podemos); Fábio Araujo Novais, conhecido como Binha Novais (Podemos); Mônica Patrícia Borges Barros (MDB); Gilmar Ribeiro de Jesus, conhecido como Mestre Tall (DEM) e Jorge Luiz Moraes Lima, também chamado de Jorge Pologo (PROS) estão na lista do TCU.

Os candidatos a vice prefeito de Baianópolis, Corcino Gomes da Silva Neto (PP); de Cocos, Democrito Silva Trindade Filho (PATRIOTA); de Correntina, Fabio Silva Duarte (PSD); de São Félix do Coribe, Celso Rangel Oliveira Santos (PRTB); além dos candidatos a prefeito de Mansidão, Nires de Oliveira Neto (PP) e Djalma Ramos de Oliveira (Solidariedade), também foram incluídos na lista de candidatos que podem ter recebido o auxílio emergencial irregularmente.

Lista completa divulgada pelo TCU/Fonte: Fala Barreiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *