Feliz no Bellator, Cyborg abre o jogo sobre passagem pelo UFC: ‘Nunca fui bem-vinda’

Conhecida como uma das melhores lutadoras de todos os tempos, Cris Cyborg escreve a ouro sua trajetória no mundo do MMA.

Atual campeã no peso pena (até 65,7kg.) do Bellator, a brasileira, no entanto, falou sobre a passagem conturbada pelo UFC, a relação com Dana White, o sucesso no presente e os planos para o futuro. As declarações foram dadas em entrevista exclusiva ao canal no YouTube do SUPER LUTAS.

Campeã por onde passou, Cyborg é uma unanimidade quando o assunto é seu talento nas artes marciais mistas. Em grande fase na carreira, a curitibana de 35 anos abriu o coração e não fugiu de perguntas relacionadas à sua carreira.

“Eu comecei a treinar junto com o Rafael Cordeiro, na Chute Boxe. Então, ele me conhece desde o começo, quando eu não sabia nada de MMA. Comecei aprendendo com ele, com a mesma filosofia da Chute Boxe. Isso, eu levei comigo para o resto da minha carreira. (…) Fiquei muito feliz de trabalhar para essa luta junto com o Rafael Cordeiro e com o grande time que ele tem. É uma família. Me lembrou muito o começo da minha carreira. (…) Parecia videogame, ele falava e eu fazia. Estava muito conectado”, disse a curitibana.

Fonte: Super Lutas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *