Patrão do caso do menino Miguel não se reelege prefeito em PE

O atual prefeito de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker (PSB), não conseguiu se reeleger no cargo.

Hacker ficou em segundo lugar na eleição municipal com 43,12% dos votos válidos, atrás do candidato Carrapicho (Republicanos), com 54,52%.

Hacker era patrão da doméstica Mirtes Renata, mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, que morreu ao cair do nono andar do prédio onde Hacker mora.

A mulher do atual prefeito, Sari Corte Real, chegou a ser presa e foi solta sob fiança de R$ 20 mil por homício culposo, quando não há intenção de matar. Ela deixou o menino entrar no elevador sozinho.

Fonte: R7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *